Canasvieiras Florianópolis
Canasvieiras Florianopolis Canasvieiras Florianópolis
Canasvieiras Florianópolis
Canasvieiras Florianópolis

Home - UTILIDADES em Canasvieiras e Florianópolis - Dicas de Viagem

 
Canasvieiras Florianópolis
Canasvieiras Florianópolis


Dicas de Viagem

Entrada ao Brasil
- Documentação - Dinheiro - Bagagem - Saúde - O mar e a natureza
Animais de estimação - Segurança
- No trânsito

Entrada ao Brasil
A permanência máxima concedida inicialmente ao turista é de 90 dias. Este prazo pode ser renovado por mais 90 dias, mediante autorização da Polícia Federal.
Visitantes residentes em países que fazem fronteiras com o Brasil não necessitam apresentar passaporte, apenas um documento de identidade.
Para turistas provenientes do Canadá ou dos EUA, por uma questão de reciprocidade, o visto é exigido.
Para mais informações sobre a documentação necessária, e para viajantes provenientes de outros países, consulte o Consulado ou a Embaixada Brasileira mais próxima em seu país de origem.
No caso de perda de visto que lhe foi fornecido na fronteira, faça a denúncia na delegacia da Polícia Federal.
Exige-se apresentação de certificado internacional de vacinação contra pólio para crianças com idade entre 3 meses e 6 anos.
Exige-se apresentação de um certificado internacional contra febre amarela para turistas que nos três meses anteriores à viagem tenham visitado ou estado em trânsito, ou sejam procedentes dos seguintes países: Angola, Benin, Bolívia, Burkina Faso, Camarões, Colômbia, Equador, Gabão, Gâmbia, Gana, Guiné Bissau, Guiana Francesa Libéria, Nigéria, Peru, República Democrática do Congo, Serra Leoa, Sudão, Venezuela e Zaire.
Documentação
Confira sempre que seus dados estejam colocados com clareza no bilhete da viagem (nome, data, número dos vôos ou ônibus, horários, hotéis escolhidos, serviços solicitados, etc.)
Se você vai fazer uma viagem nacional a documentação que você precisa é:
-Adultos: RG (cédula de identidade) original em bom estado.
-Menores de 12 anos: precisam de autorização judicial para viajar desacompanhados. A autorização pode ser obtida nos postos do Juizado de Menores em aeroportos e rodoviárias
A autorização é dispensada quando ele viajar acompanhado por:
• Os pais
• Pessoa comprovadamente titular de sua guarda ou tutela;
• Ascendente ou colateral com mais de 21 anos até o terceiro grau de parentesco devidamente documentado.
• Pessoa com mais de 21 anos, portadora de autorização dos pais ou responsáveis.
• Os menores que já completaram 12 anos não precisam de autorização para viajar desacompanhados, podem viajar mediante a apresentação de certidão de nascimento ou carteira de identidade.
Para Viagem Internacional:
É necessário o passaporte com validade mínima de seis meses para viagens aos países da América do Sul, exceto para os países limítrofes do Brasil (Argentina, Uruguai, Paraguai) e Chile, apresentando somente carteira de identidade em bom estado de conservação (inclusive para menores de idade).
A Guiana exige visto para brasileiros. Em viagens para o Peru e Bolívia é obrigatória a vacina contra febre amarela, administrada pelo menos dez dias antes do embarque.
Para menores de 12 anos é necessária a autorização de ambos os pais. Se o menor viajar em companhia de apenas um dos pais, a autorização do outro é obrigatória. Quando desacompanhado, o menor deverá ser mantido sob a guarda da companhia aérea, tanto em terra quanto a bordo. Maiores de 12 anos e menores de 18 anos devem apresentar autorização judicial para viajarem desacompanhados (documento dispensável quando o passageiro está acompanhado de um dos pais com autorização do outro). As autorizações, obtidas em postos do Juizado de Menores, devem ser apresentadas em vias originais e com firma reconhecida em cartório.
Para completar sua documentação não se esqueça de levar sua carteira de motorista
Dinheiro
Nunca transporte todo o dinheiro num lugar só.
Não é aconselhável que você ande com todo seu dinheiro no bolso. Procure guardá-lo em cofres no hotel.
Em viagem ao exterior, procure levar Traveller’s checks, todos os bancos tem departamento de câmbio e fará a conversão na hora.
Dê preferência a levar um ou mais cartões de crédito internacionais. Eles são bem aceitos em quase todos os lugares do mundo. Tenha os números dos cartões e telefones da empresa emissora anotados para comunicar-se em caso de extravio.
O dólar é aceito internacionalmente.
Gorjetas: No Brasil, a gorjeta (propina) apesar de não ser obrigatória, vem quase sempre incluído o "serviço", a maioria dos Restaurantes cobra taxa de 10% a 15% na nota.
Bagagem
Não exagere na bagagem. Leve somente o essencial.
Coloque etiquetas com seu nome dentro e fora da mala, e faça uma marca para personalizá-la.
Chegue cedo no check-in (controle de entrada) e sempre confira se a etiqueta de bagagem está correta (apresente-se com no mínimo 1h de antecedência).
Pouca bagagem é mais leve e fácil de controlar
Guarde as notas fiscais de todas as compras que fizer.
Só carregue jóias, documentos, dinheiro e objetos de valor pessoal na bagagem de mão.
Saúde

Se você tem problemas crônicos de saúde, leve os remédios na viagem. Mas se for ao exterior, fazer um seguro saúde é a melhor opção.
Evite tomar sol e fazer exercícios físicos sob o sol entre 10 h e 16 h (11h e 17h horário de verão), o sol em excesso pode ser muito prejudicial ao organismo, provocando desde queimaduras, manchas e alergias até câncer de pele.
Para se proteger do sol use guarda-sol, refresque-se na sombra de uma barraca ou de uma árvore.
Coloque um protetor solar adequado para seu tipo de pele (no mínimo FPS 15) e beba bastante líquido.
Mesmo nos dias nublados use sempre filtro solar. Proteja sua pele em todas as atividades ao ar livre.
Passe generosamente o filtro pelo menos meia hora antes de se expor aos raios solares e reaplique-lo cada 2 horas e sempre que se molhar ou suar.
Utilize também protetor labial e protetores para o cabelo para amenizar os efeitos da água do mar e o sol.
Cuidados especiais devem ser tomados com crianças. Até os seis meses a proteção deve ser feita com roupas, bonés e muita sombra para eles.
Crianças de mais de seis meses devem respeitar os horários e utilizar filtro solar cujo FPS seja no mínimo igual a 15 ou mais, independente da cor da pele. Coloque-lo em todo o corpo
Exercícios na praia é uma prática muito saudável, mas sem exageros. Comece devagar se faz tempo que você saiu da academia e/ou não faz exercícios periódicos.
Não se esqueça de tomar bastante líquido e manter o corpo bem hidratado, pois sob o sol forte o corpo transpira muito mais.
Beba aquela deliciosa caipirinha à vontade, mas lembre de se lavar bem as mãos e a boca antes de se expor ao sol. Os limões e a laranja em contato com o sol provocam queimaduras com bolhas e manchas.
De preferência use um chinelo leve e cômodo. Utilize sandálias bem confortáveis, e acessórios como bonés, chapéus, viseiras e óculos escuros que irão ajudar na proteção.
Ao andar descalço na praia, cuidado com a areia quente e também com as doenças provocadas por larvas ou fungos que se escondem na areia: Bicho do pé (tunga penetrans) e bicho geográfico (larva migrans).
Bicho Geográfico: esses vermes são parasitos que agridem o intestino de cães, gatos e adultos, causando hemorragias e provocando anemia e diarréia.
Uma quantidade grande destes parasitos alojados no intestino dos filhotes pode levá-los à morte.
Crianças e adultos podem adquiri-los andando descalços em solos contaminados ou levando suas mãos infectadas até à boca. Crianças infestadas apresentam dores abdominais, diarréias, anemias e hemorragia intestinal tanto quanto os animais.
As larvas são ingeridas por cães e gatos ou penetram pela pele destes animais, assim como o do homem.
Cães e gatos ao defecarem, eliminam ovos que caem no solo junto com as fezes. Estes ovos eclodem e as larvas infestantes permanecem no âmbito, sendo ingeridas novamente por cães e gatos ou penetrando pela pele destes animais ou do homem. (Dr João da Rosa Hasse - Folha do Norte da Ilha Março 2004).
Bicho do Pé: É a pulga da areia, sendo a fêmea o "bicho do pé" ou "bicho do porco", pois depois de fecundada parasita a pele dos suínos e eventualmente do homem.
Adultos (machos e fêmeas virgens) vivem em lugares de solo arenoso, quentes e secos, sendo abundantes em chiqueiros de porcos e peridomícilio. São exclusivamente hematófagas. A fêmea grávida penetra na pele do porco (ou homem), deixando apenas a extremidade posterior em contato com a atmosfera para respirar. Com o acúmulo de ovos seu abdômen se expande, atingindo o tamanho de um grão de ervilha. Em torno de 100 ovos são expelidos, os quais, em chão úmido e sombreado, darão origem às larvas e pupas. Depois de uns 15 dias, o corpo da fêmea é expulso pela reação inflamatória da pele. As localizações preferenciais da fêmea parasita são a solas dos pés, espaços interdigitais e sob as unhas. Ainda que seja mais comum sob as unhas ou entre os dedos dos pés, pode-se “pegar” o bicho-de-pé em qualquer parte do corpo.
Os sintomas variam desde ligeiro prurido até reação inflamatória que prejudica a deambulação. Pode ocorrer infecção secundária depois de saída do adulto por Clostridium tetani (tétano), Clostridium perfringens e outras espécies (gangrena gasosa) ou fungos (Paracoccidioides brasiliensis).
O tratamento consiste na extirpação dos parasitos em condições assépticas. O procedimento padrão para o tratamento do bicho-de-pé é removê-lo com uma agulha ou alfinete previamente esterilizado. É preciso que ele seja completamente retirado de dentro da pele. Recomenda-se também tratar as infecções secundárias e, se for o caso, vacinar contra tétano.
Prevenção através do uso de calçados, tratamento dos animais domésticos infestados e aplicação de inseticidas no ambiente.
Abstraído e adaptado de www.medicinal.terra.com.br / saudenainternet.com.br e www.ufrgs.br

Água-Viva
As águas-vivas são animais cuja aparência lembra uma gelatina incolor ou de coloração arroxeada e possuem tentáculos.
Em contato com a pele humana elas produzem uma forte sensação de queimadura.
Em caso de acidente, proceda da seguinte forma:
Proteja sua mão e remova os tentáculos grudados na pele sem esfregar a região atingida; lave-la com a própria água do mar. Não utilize água doce para no liberar mais veneno dos tentáculos.
Para neutralizar o veneno e aliviar a dor, aplique compressa de vinagre por cerca de 10 minutos; prepare uma pasta com vinagre e farinha de qualquer tipo, aplique sobre a área, em seguida, remova com cuidado a pasta para retirar os micro - tentáculos restantes.
Caso seja necessário, procure atendimento médico.

Dengue
A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. Em nosso país, as condições socio-ambientais favoráveis à expansão do Aedes aegypti possibilitaram a dispersão do vetor desde sua reintrodução em 1976 e o avanço da doença.
Não há casos de dengue registrados em Florianópolis.
A única maneira de evitar a dengue é não deixar o mosquito nascer.
Os locais mais prováveis para que a fêmea coloque os ovos são os que ficam à sombra
Vedar totalmente caixas das águas tanto as que ficam ao ar livre ou dentro de casa
Não deixar água parada nos pratos dos vasos de flores, de xaxim e nem deixar plantas em recipientes com água. Caso não tenha como plantá-los na terra faça uma limpeza geral toda a semana escovando e lavando os pratos.
No caso de plantas e flores em vasos com água, troque a água e lave e escove duas vezes por semana o recipiente.
Evite deixar lixo (garrafas, latas, tampas, sacos, plásticos, copos, pneus, latões) abandonado no terreno de sua casa ou jogá-lo em terrenos baldios.
Para isso, evite que a aguada de chuva fique depositada em recipientes como pneus, tampas de garrafas, garrafas, latas e copos, calhas e etc...
Ajude-nos a manter a cidade livre desta doença.
Mais informações você encontra em http://dtr2001.saude.gov.br/dengue/

Caramujo Africano
Este molusco é de cor marrom com listras claras e, adulto, pode atingir o tamanho de uma maça média., não é comestível e pode transmitir doenças graves.
Para acabar com a praga, somente colocando num balde e incinerando, mas nunca manipulá-lo sem luvas. Não use veneno, pois você estará afetando o meio ambiente e não o molusco.
Lembre-se sempre de quebrar a casca do caramujo e enterrar, para que ela não se torne criadouro do mosquito da dengue.

O mar e a natureza
Se você não conhece a praia não nade aonde o nível da água ultrapasse a altura do peito, para não ficar sujeito à ação das correntes. Nade paralelamente à costa e não mergulhe perto das pedras e costões. Evite nadar sozinho e fique sempre atento as crianças.
Em dias de ondas fortes evite entrar no mar e procure praias mais abrigadas. Principalmente se estiver acompanhado de crianças e adolescentes
Se a praia possuir salva-vidas peça orientação sobre as condições do mar e os melhores lugares para banho. Respeite as sinalizações.
Sempre respeite o mar e não ultrapasse seus limites.
Em caso de criança perdida, avise o salva-vidas ou o policial mais próximo.

Não jogue lixo na praia. Também não enterre o lixo, pois na próxima maré ele será descoberto pelas ondas. Mesmo pontas de cigarro não devem ser jogadas na areia (ou na água): elas contém inúmeras substâncias tóxicas para os organismos marinhos. Leve seu saquinho para depositar o lixo que produzir e depois o leve embora com você até achar uma cesta de lixo.
Não jogue lixo nas ruas. O lixo acaba indo para o mar, ou pior, entope os bueiros e as galerias e provoca enchentes.
Se você é fumante, jogue as pontas apagadas na lixeira.

Não destrua ou danifique a vegetação litorânea, tanto nas praias como nas trilhas.
Respeite a cultura local.
Aproveite para conhecer um pouco sobre as particularidades de cada região, as belezas regionais dos povos de cada lugar. Lembre-se que conhecer um lugar não é apenas fazer compras e tirar fotos, mas comer sua comida, ver sua televisão, observar os hábitos locais de cada povo e fazer o que eles fazem para se divertir.
Respeite os animais que vivem nos lugares que você vai visitar. Se estiver numa praia mais deserta, evite gritar se avistar algum animal. Aproveite a chance para observá-lo com mais atenção. Dirija mais lentamente e com mais atenção, para não atropelar nenhum animal.

Preserve a Natureza

Animais de estimação
A lei permite que animais de estimação (cães, gatos, aves, peixes ornamentais e outros animais de pequeno porte) circulem de um Estado para outro e até para o exterior. Para viagens nacionais exige-se a carteira de vacinação atualizada e o Guia de Trânsito Animal (GTA), emitido pelo Ministério da Agricultura (gratuitamente) ou por veterinários particulares, credenciados pelo Ministério da Agricultura.
Atestados de vacina anti-rábica (somente para animais com mais de cinco meses de idade) contendo os seguintes dados: nome do laboratório produtor da vacina, tipo de vacina utilizada e número de partida da vacina. A vacina deverá ter sido aplicada há mais de 30 dias e menos de um ano.
Atestado de saúde passado até no máximo oito dias do embarque
Quando você for viajar com seu bichinho de estimação, tenha em mente que, especialmente os cachorros, são como crianças e necessitam algumas paradas estratégicas, principalmente se o trajeto for longo.
Já no caso de saídas para o exterior é necessária a apresentação do Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), também emitido pelo Ministério da Agricultura e nos aeroportos internacionais, previamente agendados. O GTA é válido por três dias de sua emissão para embarque aéreo ou trânsito rodoviário em território nacional. O CZI vale por oito dias.
Combata as pulgas.
Não permita que façam suas necessidades na rua e locais públicos.
Atenção! A Comcap informa que, de acordo com o Código de Posturas do município de Florianópolis - Lei Nº 1.224/74 -, fezes de animais não são consideradas resíduos sólidos domiciliares (lixo doméstico), e sim dejetos. Como tal, estes devem ter tratamento sanitário adequado, no caso, fossa séptica e rede de esgoto. Devem, portanto, como sugestão prática, serem depositadas na privada ou enterradas no quintal.
As fezes de animais, mesmo bem embaladas e coletadas por engano, quando são compactadas no caminhão de lixo respingam, exalando mau cheiro insuportável e risco de contaminação.
Os garis da Comcap são orientados a abrir os sacos, quando suspeitam da presença destes materiais, e se de fato estiverem presentes, devolvê-los ao usuário.
É de se observar que seria muito alto o custo da cidade para levar fezes de cães ao aterro sanitário, uma vez que este tipo de resíduo pode ter um destino ambiental mais adequado na própria residência. Quanto à comparação com as fezes de criança, observa-se que este material vem embalado em fraldas, menos exposto, portanto.
O lixo sanitário, aliás, desde o advento das fraldas descartáveis e absorventes vêm aumentando muito nas cidades. Em estudo feito em 2002, os resíduos sanitários (lixo de banheiro) correspondem a 8,87% do total coletado em Florianópolis. Este percentual era desprezível 15 anos antes, quando foi feita pesquisa semelhante.
É bom lembrar, por último, que a destinação de cada quilo de lixo produzido em Florianópolis - e cada cidadão produz uma média de 900 gramas de lixo por dia - custa dinheiro. Este custo é rateado pela sociedade.
(Fonte: Adriana Baldissarelli, Assessoria de Comunicação Social da Comcap)

A legislação municipal de Florianópolis PROÍBE a presença de cães e gatinhos nas praias
Transportar seu cachorro de forma inadequada no carro é uma infração prevista pelo Novo Código de Trânsito.
Transporte seu cachorro em uma gaiola própria. Ele tem que conseguir ficar em pé e se virar dentro da gaiola. Esta deve permitir passagem de ventilação.
Ao viajar, tenha sempre em mãos a guia do CISA, emitido pelo Ministério da Agricultura. Ela garante que o animal está com as vacinas em dia. Na falta deste documento ou de um atestado de vacinação, seu animal pode ser apreendido.
Não transportar animais na caçamba de caminhonetes. Além de trazer multa, acrescentará cinco pontos em seu prontuário de motorista.
Não dirigir com o cachorro no colo ou entre as pernas. Isto é uma falta média e traz quatro pontos ao seu prontuário de motorista
Informe-se com o consulado do país que será visitado se há restrições para a entrada de animais, pois em alguns o bichinho é obrigado a permanecer de quarentena.
Coloque uma identificação visível.
Cães potencialmente perigosos somente poderão passear com coleira, focinheira e o condutor deve ter forca suficiente para controlá-lo.
Segure-se da permissão de animais no hotel.
Traga seus bichinhos de estimação para passar as férias, mas não leve para a praia!

Em caso de desrespeito a estas normas, maus tratos, animais na rua, acidentados ou muito doentes, ligar para Coordenadoria do Bem Estar Animal – 3237-6890 e 3234-5677 de segunda à sexta –feria, das 9h às 12h e das 14h às 19h

Segurança

O que ter / carregar na carteira:

RG - xerox - A lei não obriga andar com a original
CIC - não colocar na carteira
Título de eleitor - Só usar nas eleições
Carteira de motorista - a nova ainda não substitui o RG
Cartão de crédito - se tiver mais de um, carregar só um, escondido em outro lugar fora da carteira. Se o ladrão levar, tudo bem. O perigo é ser utilizado em seqüestros – relâmpago.

Cartões de banco - os mais perigosos, pois revelam toda situação bancária. Se possível, não ter ou não carregar. Caso inevitável, agir como no caso do Cartão de Crédito.

Cheque - não apresenta perigo, pois é "sustável". Sós estelionatários gostam.

No trânsito

Obedeça as placas de sinalização. Reduza a velocidade nas travessias urbanas. Nas vias públicas, dê preferência de passagem ao pedestre. Não pare nem estacione seu veículo na faixa de pedestre ou em locais proibidos. Em cruzamento não sinalizado, dê preferência de passagem ao veículo que se aproxima pela direita. Guarde distância dos demais veículos
Evite ultrapassagens perigosas. Reduza a velocidade e redobre a atenção em caso de chuva ou neblina. Ultrapasse somente com segurança. Verifique se existe espaço e visibilidade. Evite dirigir ao amanhecer e ao anoitecer
Não ultrapasse a velocidade permitida. Ceda passagem ao pedestre e a outros veículos. Use sempre o cinto de segurança, bem como faça com que as pessoas que estiverem no seu veículo também utilizem.

Cuidados necessários com seu carro
Certifique-se de que todos os documentos obrigatórios estejam em dia
Verifique se as condições elétricas, mecânicas e os acessórios do seu carro lhe oferecem segurança.
Levante os vidros, tranque as portas e porta-malas, mesmo que saia do veículo por pouco tempo;Quando estacionar na rua deixe seu carro em local mais visível e iluminado.Nunca deixe documentos, talões de cheques, cartões de crédito e outros objetos dentro de seu carro.
Cuidados Necessários com você Motorista.
Ao dirigir assuma uma postura responsável: seja prudente e habilidoso, sempre respeitando a sua vida e a dos outros.
Se estiver com sono não dirija. Evite "dormir" para sempre!.
Lugar de criança é no banco de trás.
Se beber não dirija. Se dirigir não beba.
Sempre é bom lembrar
Se você for surpreendido por marginais, não reaja. Sua vida é mais importante do que bens materiais. Evite chamar a atenção deles, não ostentando correntinhas, relógios, pulseiras etc.Em aglomerações, segure sua bolsa na frente do corpo para evitar a ação dos cortadores de bolsas;Fique atento aos hábitos e posturas do seu filho.
Saiba sempre onde e com quem seu filho está
Converse abertamente com seu filho sobre qualquer assunto
Não use nem transporte drogas.
Evite brigas e confusões.
Fonte: Policia Militar de Santa Catarina





  BUSCADOR  
 
 
Canasvieiras Florianópolis
Estudio Cyber - Web Design Copyright © 2003 - Todos os direitos reservados - Estudio Cyber LTD - Guia de Florianópolis - Mapa do Site
As informações dos serviços que aparecem no site são de responsabilidade de cada um dos anunciantes
Estudio Cyber - Web Design